Fiscalidade e Contabilidade - Madeira

Cash-Flow

O termo Cash-Flow representa o saldo entre as entradas e saídas de capital de uma empresa durante um determinado período de tempo, calculando-se através de um mapa designado por Mapa de Fluxos de Tesouraria.

O Mapa de Fluxos de Tesouraria é uma demonstração financeira que apresenta as origens e as aplicações de capital numa empresa ao longo de um determinado período de tempo.

Cash-Flow Operacional ou EBITDA

EBITDA é a sigla em inglês para ”Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization”, literalmente em português seria “Resultados antes de juros, impostos, depreciação e amortização”, ou seja, Cash-flow Operacional.

O 

Cash-Flow Operacional representa os meios libertos por um produto ou atividade económica. Corresponde ao valor das vendas, deduzido dos custos de exploração, da variação das necessidades de fundo de maneio e dos investimentos de substituição.

    CF op = V – Cexpl – ΔNFM – I

sendo:

    CF op = Cash-flow operacional
    V = Vendas
    Cexpl = Valor dos custos de exploração
    ΔNFM = Variação das necessidades de fundo de maneio
    I = Valor dos investimentos de substituição
    V – Cexpl = Resultados Operacionais

Os Custos de Exploração incluem os custos de produção, a variação das existências de produtos, as despesas administrativas, as amortizações e as provisões.

ΔNFM corresponde às necessidades de fundo de maneio. Incluem as variações de adiantamentos a fornecedores, clientes e Estado, assim como as variações de matérias primas e de produtos acabados.

Em sentido económico, temos que o cash–flow representa o excedente financeiro líquido da atividade anual e traduz-se por:

    Cash-Flow = Resultados antes de Impostos + Amortizações + Variação das Provisões

Assim, o Cash-Flow representa um importante indicador da capacidade de autofinanciamento da empresa.

Para qualquer esclarecimento, não hesite em contatar a Globalfisco.

Globalfisco. A contabilidade na Madeira tem um novo rosto.